quinta-feira, 31 de julho de 2008

Sentimentos

Desde cedo que me sentia diferente, á parte do mundo dos outros , que diziam ser normal.
Mas algo me dizia que eu não era assim!
Sentia-me deslocada, sem amigos para brincar, tudo porque tinha uns kilos a mais do que a maioria. Revoltada, tentei de tudo, desde comprimidos, chá, corridas , dias sem comer, vomitar o que comia.... mas tudo sem quaisquer resultados.
Fugia de casa, e ia para a floresta ou para a beira mar gritar, cantar com a minha linda e maravilhosa única amiga, que me compreendia e não me criticava, a minha guitarra.
Com alguns acordes soltos, e algumas palavras presas, lá ia eu construindo um sonho. O mundo da música era fantástico! Era um furor de sentimentos que me rodeavam a mente, fazendo com que a questão do peso, fica-se para segundo plano.
A soltar as mágoas para as letras das canções, lá conseguia sonhar, sorrir.
Depos de algumas cañções escritas , tentei algo mais arrojado:Cantá-las para todos ouvirem. E lá lutei cotra a vergonha que me prendia a vontade de cantar, e quanto mais cantava , mais desinibida ficava, e mais queria cantar. Mais letras soltas cresciam na minha cabeça, e mais música se envolvia na minha vontade de viver, de ser, de aparecer e estar.
E foi com a música que fiz algumas amizades, que me compreendiam e me ajudavam contar a minha luta pessoal--------------------- falta de auto-estima. Por isso quero agradecer a toda a música , o meu enorme e muito obrigada por me ter feito a pessoa que sou hoje, mais aberta, mais envolvida, mais segura de mim, mais EU!

2 comentários:

Anónimo disse...

p aaso até sinto orgulho de seres e de ser 'anormal', não pertencer ao mundo dos outros, até pk esse mundo é fachada. eu prefiro a minha realidade á ilusão doentia de um qualquer grupo sem conteúdo


gosto dji txi assim e assado
como deve ser
just the way you are


becitu má friend

Lady in red disse...

És linda, simpática, tens uma voz maravilhosa, todos te adoram e ainda por cima, sabes falar em Stéreo...Que queres mais? Acho que nada, pois já tens tudo!