domingo, 7 de dezembro de 2008

Buá

Estou sem forças para escrever o que for.
Esta fase natalícia dá cabo da minha cabeça.
Nem vontade tenho da árvore de natal! Buáááááááá´!!!!!!
Estou deprimida ao máximo!

17 comentários:

António Sabão disse...

Calma, Sté! :)))

Beijinhos

Táxi Pluvioso disse...

A árvore já vem feita é só clicar mas imagens de natal. Foi o que eu estive a fazer há pouco. E carreguei uma pasta com natalícias imagens, bonitas, cif, JPEG, regalo para os olhos, sem cheiro, nem caruma.

Mariazita disse...

Olá, Sté
Sabes que comigo acontece o mesmo?
Gosto muito do Natal, mas ao mesmo tempo sinto uma nostalgia enorme.
Estou sempre a pensar nos ausentes: meus pais que já faleceram, minhas irmãs que moram no estrangeiro...enfim, às vezes até me chegam as lágrimas aos olhos.

Xô! tristeza!

Olha p'ra mim, em vez de te animar. ainda choro no teu ombro!
Isto é que é uma amiga que tu arranjaste!!!

Anima-te, querida, que eu vou fazer o mesmo.

Beijocas doces
Mariazita

o que me vier à real gana disse...

Vai à festa k isso passa!

korrosiva disse...

Sté... eu também não andava nada inspirada mas ontem fiz a minha arvore e já me sinto mais no espirito da coisa ;)

beijinhosss e toca a animar!! :)

Ana Martins disse...

Querida amiga,
não sei o que se passa consigo, o que a aflige, o que a deprime... Mas o que quer que seja, força e coragem para ultrapassar esta fase menos boa da vida.

Beijinhos e tudo de bom

poeta_poente disse...

Porque te deixa o natal assim?

stériuéré disse...

Obrigada amigos, pelas palavras que me deixaram.
O Natal para mim, é como a Mariazita escreveu, pais, irmãos, enfim.... muitas coisas a pairar nos pensamentos.
O Natal deixa-me angústiada, pelas saudades que tenho dos meus pais que vivem longe de mim, e é raro nos vermos ( razões óbvias $)Mas, não consigo explicar, o meu oração anda pequenino, e é isso. Beijos a todos e mais uma vez o muito obrigada pelas palavras.

Compadre Alentejano disse...

Todos nós temos que fazer um grande esforço para ultrapassar esta quadra.Tu, és mais uma entre milhares.
É preciso calma...
Um abraço
Compadre Alentejano

Darwin disse...

Também para mim o natal é um período de certa nostalgia. Há uma inexplicável tristeza que me invade nesta quadra, mas é o espírito familiar que me faz manter aliado ao espírito tradicional do natal. Por isso compreendo a tua tristeza cara amiga.
Mas devemos recordar, que existem Natais tristes para aqueles sem esperança e sem alento, para aqueles que falta o pão e a ternura, e para aqueles a quem a vida não presenteia, mas dificulta, como naquele conto de Christian Anderson quando uma menina, na noite de Natal, para se aquecer do frio, acendeu todos os fósforos que possuía.
Portanto amiga, não devemos olhar só para dentro de nós mesmos, quando há tantas crianças com fome à espera de um amanhã mais justo e gratificante.

Verdinha disse...

um dia metes a arvore na sala (ou onde a fores montar) no outro metes as luzes, no outro os enfeites e pronto, enganas a depressão que ela bem merece ser enganada :P

cassamia disse...

alô!
tb não sou muito amiga desta época, e a chuva tem dado cabo de mim, mas o sol acaba sempre por vir e isso tem que importar mais.
beijinho

Mariazita disse...

Sté, minha querida
Estou passando para deixar um carinho doce...

Boa noite. Dorme com os anjos.

Beijinhos
Mariazita

o que me vier à real gana disse...

Então,dani? Nem k seja uma linha. Vá lá!

Táxi Pluvioso disse...

Podem coelhos e gatos serem felizes? Eis cinco filmes sobre os novos Romeus e Julietas.

Mariazita disse...

Então, a fonte secou de vez???
Espreme lá o limão com um pouquinho mais de força e vais ver que ainda há um restinho de sumo :)))

Livra-te de eu passar por aqui outra vez e não encontrar nada de novo!
Nem sabes do que sou capaz... :)))))))))))))))

Beijinhos, querida.
Mariazita

Auíri Au disse...

Somos dois...
Bem vindo ao clube!!
Odeio Natal!!


Beijos